Estudo há anos e não têm concursos previstos: e agora?

Muitos concursandos que estudam há anos encontram-se desmotivados, pois nenhum dos concursos que almejavam ao longo desses anos foi o desejado.Muitos certames já não...

Afinal, a década acaba mesmo em 2019 ou só em 2020?

 (Pixabay/Lucas Silva/Guia do Estudante/Reprodução) Desde que dezembro deu as caras, as retrospectivas em referência ao final da década de 2010...

Descubra qual o perfil do aluno EaD no Brasil – Caderno do Enem

O número de alunos de EaD cresceu nos últimos anos. De acordo com pesquisa realizada pelo Censo da Educação Superior, em uma década houve...

Ciclo de Estudos para passar em Concurso Público: quantas matérias estudar por dia?

Muitas pessoas começam a estudar para concursos quando estão levando uma vida insatisfatória e uma das preocupações delas é saber como começar a estudar, quantas...

920 vagas de emprego na ArcelorMittal Tubarão. Veja como se Inscrever!

Veja como se inscrever para uma das vagas da ArcelorMittal Tubarão, a empresa realizará obras para reduzir a poluição. Contudo irão gerar 920 postos...

Projeto do MEC, carteirinha digital deve morrer antes mesmo de nascer

imagem12-02-2020-22-02-59
imagem12-02-2020-22-02-59

 (Jessica Lewis/Guia do Estudante/Reprodução)

Em novembro de 2019, o Ministério da Educação lançou o aplicativo de celular que emite a carteirinha de estudante digital. O app permite que alunos do ensino básico, tecnológico e superior, cadastrados por suas instituições de ensino junto ao MEC, tenham gratuitamente a ID estudantil, que garante o direito da meia entrada em shows, cinemas, teatros e outros eventos culturais.

Mas o novo recurso tem os seus dias contados. Vamos te explicar!

Veja também

A Medida Provisória 895/2019, que criou a carteirinha de estudante digital, foi assinada por Jair Bolsonaro em setembro de 2019. Por mais que tenha tido força imediata de lei, a MP precisa do aval do Congresso em até 120 dias para virar lei de fato e continuar funcionando.

O prazo para a ID Estudantil ser aprovada por deputados e senadores acaba no domingo (16). O problema é que, desde o lançamento do aplicativo, não houve nenhuma movimentação no Congresso para torná-la definitiva: o texto não passou sequer pela comissão, primeira etapa da análise de qualquer lei. Dessa maneira, a aprovação será impossível.

Sim, mas é possível acontecer uma nova tentativa de implantar a carteirinha digital. Em entrevista ao canal do YouTube “Canal de Brasília”, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que o governo vai encaminhar um projeto de lei para insistir na emissão do documento. No entanto, Weintraub vai encontrar uma barreira no caminho: a sua relação abalada com o Congresso. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já afirmou que não negociaria com o chefe da pasta da Educação, pois ele representa o grupo da “bandeira do ódio”.

Veja também

Prejuízo no orçamento

O ministério da Educação gastou R$ 2,5 milhões em publicidade para divulgar a carteirinha estudantil digital. Para a produção de publicidade, R$ 1 milhão. O restante foi gasto com divulgação. O foco do marketing foi em salas de cinema. 

O valor é o terceiro maior gasto publicitário do MEC em 2019, perdendo apenas para a propaganda do projeto “Conta Pra Mim”, que incentiva pais a lerem para os filhos (R$ 3,2 milhões). O outro é a divulgação do Enem 2019 (R$ 3,1 milhões).

E quem já tirou a carteirinha digital?

Segundo o MEC, desde o lançamento da ID digital, mais de 271 mil documentos foram enviados gratuitamente. Desse total, quase 87 mil foram solicitados apenas nos últimos 20 dias, com a proximidade do fim do prazo da medida provisória. 

A MP garante que as carteiras digitais valem enquanto o aluno permanecer matriculado na instituição de ensino, mesmo que ela não seja votada pelo Congresso. Assim, o estudante que começou um curso de graduação neste semestre e emitiu o documento até domingo (16) poderá usar até terminar a faculdade.

Veja também

Até a criação da MP da ID digital, a emissão da carteirinha (física) era feita principalmente pelas entidades estudantis, como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes). Cobrando R$ 35 pela carteira, fora o frete, esse serviço era uma das principais fontes de renda delas. 

Apesar não excluir – de fato – o direito da emissão do documento das entidades e instituições de ensino, já que estudantes que preferirem manter a carteirinha tradicional poderão solicitá-las pagando o valor referente, a novidade prejudicaria as entidades. Mas, pelo visto, dificilmente a novidade se concretizará.

Fonte: guiadoestudante.abril.com.br/atualidades/projeto-do-mec-carteirinha-digital-deve-morrer-antes-mesmo-de-nascer

Últimas Vagas

Estudo para concurso público e redes sociais: como conciliar?

Olá, concursandos e concursandas! Estudo para concurso público e redes sociais são passíveis de conciliação? Hoje é inegável a presença e a importância dos smartphones e...

Mentoria de estudos para concursos públicos realmente funciona?

Já ouviu falar de mentoria de estudos? Estudar para concursos públicos não é algo simples. Na verdade, é preciso seguir várias etapas até mesmo...

Personagens que ajudam na escolha da profissão – Caderno do Enem

Escolher qual carreira seguir pode ser um dos principais desafios que se tem no início da vida acadêmica. A dificuldade está em conciliar nossos...

Confira as datas das provas digital e presencial do Enem 2020

 (Prefeitura de Itapevi/Flickr/Reprodução) Em 2020, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vai ser aplicado em duas versões diferentes: a...

O Fies ainda é uma opção para financiar a faculdade? – Caderno do Enem

Em 2015 o Fies passou por reformulações, ficando mais restrito. Com a limitação de vagas e prazo para solicitação de novos contratos, os estudantes...

Vagas Similares

5 temas de geografia que vão cair no Enem (+bônus!) – Caderno do Enem

Entre os assuntos que podem estar na prova de geografia do Enem, alguns caem com mais frequência. Por isso, o Intensivão Caderno do Enem...

Como voltar a estudar gastando pouco – Caderno do Enem

Quando você decide fazer um curso superior, tem muito a considerar, a começar pelos gastos. Universitário que é universitário passa lá os seus apertos,...

7 documentários para quem se interessa por tecnologia

–– (Reprodução/Wikimedia Commons) O documentário permite entender um pouco melhor como Steve Jobs revolucionou a maneira como as pessoas lidam e se...

Projeto da USP fornece passeios culturais gratuitos por São Paulo

Foto: Museu de Zoologia da USP (USP/Reprodução) Você conhece o Giro Cultural USP? Criado em 2012 pela Pró-Reitoria de Cultura e...

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui